h1

Azeite sem fronteiras….

6 de outubro de 2009
 Mariana Buck
 

azeiteO uso do azeite é milenar, entretanto não se sabe ao certo sua origem. Ao lado da Videir, a Oliveira foi uma das primeiras árvores cultivadas há mais de 5.00 anos na região do Mediterrâneo e Ásia Menor. A palavra azeite provém do vocábulo árabe “Az-zait”, que significa sumo de azeitona. Os fenícios, sírios e armênios foram os primeiros povos a consumi-lo e coube aos gregos e romanos disseminá-lo pela Europa e ao Ocidente. Permaneceu por longo período como exclusivo aos povos da região do Mediterrâneo. Foi apenas no século XVI que os espanhóis trouxeram o azeite ao Peru, Chile e México. Dois séculos mais tarde foi trazido aos Estados Unidos.

Mas o azeite já teve várias funções, há mais de 5 mil anos os mesopotâmicos passavam o ingrediente no corpo como forma de proteção do frio. Sobre o uso medicinal, há registros que por volta do século VII a.C o igrediente era usado para o alívio da dor e para feridas – era muito ulilizado em guerras. Seu fim cosmético foi descoberto durante o Império Romano, era usado para amaciar pele e cabelos. Também foi utilizado como combustível para iluminação e lubrificante para ferramentas agrícola.

São 270 tipos de azeitonas, mas somente 24 são regularmente usados na produção de azeite. Cada país tem seu tipo característico. Nos dias de hoje o milenar ingrediente vem conquistando espaço por toda a refeição e ganhando novas texturas. São duas tendencias em que o azeite vem se destacando no século XXI. Na primeira estão as mateigas, os caramelos e espagetes de azeite, criadas por cozinheiros espanhóis. Eles unem o suco da azeitona a componentes químicos, como espessantes e gelificantes. Na segunda tendência, aparece nos chamados varietais, aqueles elaborados com apenas uma das variedades de azeitona, e também nas receitas aromatizadas.

azeite-de-oliva-temperado

O resultado é que o azeite está modificando seu espaço, antes cativo nas frituras e temperos, e adquirindo novos papéis. Um fenômeno recente, que exemplifica essa transformação é o uso do azeite pela Confeitaria. O ingrediente pode substituir a manteiga, nas receitas de sobremesa, com perfeição sempre que a idéia for dar maciez à receita. Apesar disso, a manteiga continua sendo imprescindível para dar volume aos doces.

azeitesobrimesa

Um fator fundamental para a crescente importância dada ao azeite, são os benefícios que trás à saúde – é uma boa fonte de Vitamina E, ômega 6, betacaroteno e antioxidantes. Diante de tantos benefícios resta desfrutar, saborear e fazer uso deste rico e milenar igrediente.

Para os curiosos que se interessaram pela sobrimesa de azeite, vale a pena conhecer a Ópera Ganashe. A doceria paulistana apresenta em seu menu, sobremesas com o ingrediente.

 

Ópera Ganashe – Rua Francisco Leitão , 469, cto 1204 – Pinheiros                  Tel.(11) 3063-3767
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: